top of page

10 dicas para ensinar planejamento financeiro para os filhos




Especialista em finanças pessoais destaca que o aprendizado sobre dinheiro e gastos deve acontecer durante a infância para que o conhecimento seja aprimorando na fase adulta


Nas últimas semanas, o Brasil passou a acompanhar o caso da atriz e cantora Larissa Manoela, que enfrenta problemas para acessar seu dinheiro, que sempre foi administrado pelos pais. Por confiar em seus responsáveis, a artista acabou não se preocupando tanto com questões financeiras quando era mais nova, o que coloca em discussão a importância dos pais ensinarem aos filhos a cuidarem do dinheiro desde cedo.

De acordo com o especialista em finanças pessoais, João Victorino, é muito importante que as crianças sejam incentivadas a entender o funcionamento da dinâmica de administração do orçamento doméstico, ainda que de maneira mais lúdica e menos detalhada no primeiro momento, mas que evolua para o uso de outras ferramentas à medida que avançam em idade e conhecimento.

Segundo João, essa ação terá um impacto significativo. “Preparar os filhos desde cedo para aprenderem sobre administração de dinheiro e gastos não apenas os capacita a tomar decisões financeiras mais sensatas e coerentes com as circunstâncias, mas também os empodera para construir um futuro financeiro mais estável e bem-sucedido. Assim, o objetivo consiste em contribuir para a construção de autonomia financeira no futuro”, diz.

Diante deste cenário, João Victorino fez uma lista com 10 dicas sobre como pais e demais responsáveis podem ensinar sobre planejamento financeiro para os filhos durante a infância, com o objetivo de ajudá-los a desenvolver uma compreensão saudável sobre dinheiro:

  1. Converse sobre dinheiro abertamente e seja transparente: desde cedo, crie um ambiente para que as crianças possam fazer perguntas sobre dinheiro e compreender como funciona na vida cotidiana. Inclusive, se a família estiver com o orçamento apertado, isso deve ser falado para todos. Não podemos perder a chance de ensinar em momentos de escassez.

  2. Dê exemplo: as crianças aprendem muito observando os adultos ao seu redor. Demonstre hábitos financeiros saudáveis, como realização de um orçamento, busca pela economia de gastos e realização de compras conscientes.

  3. Defina uma mesada ou ‘dinheiro de bolso’: Isso permite que as crianças aprendam a gerenciar uma quantia de dinheiro. Explique que a mesada deve ser usada para gastos pessoais e ensine sobre as escolhas que precisam fazer. Mostre o conceito de deixar de comprar alguma coisa hoje para poder comprar algo melhor no futuro. Esse conceito é fundamental na compreensão de criar reservas, economizar, planejar.

  4. Estabeleça metas de poupança: ajude as crianças a definirem metas para o que desejam economizar. Pode ser um brinquedo, um jogo, uma roupa ou qualquer outra coisa que desejem. Criar uma tarefa no lar que esteja atrelada ao recebimento da mesada pode ajudar muito seu filho no aprendizado de como a vida funciona. Precisa avaliar qual a idade melhor para isso, possivelmente a partir dos 10 a 12 anos já funciona bem.

  5. Mostre a diferença entre necessidades e desejos: ensine a diferença entre itens essenciais e itens desejados. Isso ajuda a construir um entendimento sobre prioridades financeiras.

  6. Ensine sobre orçamento: mostre como fazer um orçamento simples, listando renda (mesada, presentes) e despesas (compras, economias). Isso ajuda a visualizar quanto dinheiro está disponível e como ele pode ser alocado.

  7. Incentive a economia: explique como economizar parte do dinheiro recebido em vez de gastar tudo de uma vez. Isso pode ser feito usando um cofrinho ou uma conta poupança.

  8. Aproveite as lições da vida cotidiana: quando surgirem situações que envolvem dinheiro, como ir ao supermercado ou fazer escolhas sobre atividades, use essas oportunidades para discutir decisões financeiras.

  9. Leitura e jogos educativos: utilize livros, jogos de tabuleiro e aplicativos educativos que abordem conceitos financeiros de maneira divertida e interativa.

  10. Recompense a responsabilidade financeira: reconheça e recompense as boas escolhas financeiras das crianças.

Sobre João Victorino

João Victorino é administrador de empresas e especialista em finanças pessoais, formado em Administração de Empresas, tem MBA pela FIA-USP e Especialização em Marketing pela São Paulo Business School. Após vivenciar os percalços e a frustração de falir e se endividar, a experiência lhe trouxe aprendizados fundamentais em lidar com o dinheiro.


Fonte: Alice Vieira

 




CURSO DE MARKETING DIGITAL









CURSO DE MARKETING PESSOAL








LIVROS DIGITAIS









COMPRE EM NOSSA LOJA | PARCEIRO

MAGALU|

MAGAZINE LUIZA & MAGAZINE X GERAL

" Tem na minha Loja, o produto que você procura!"





ANUNCIE AQUI | PROMOÇÃO 50%




20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page