Médica infectologista Luana Araújo é interrogada na CPI da Covid



A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid ouve a médica Luana Araújo na quarta-feira (2/6). A infectologista havia sido indicada pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, para chefiar a Secretaria Extraordinária de Enfrentamento da Covid-19, mas a nomeação não foi efetivada pelo governo. O requerimento para o depoimento é do senador Humberto Costa (PT-PE).

A médica infectologista Luana Araújo afirmou ao senador governista Eduardo Girão (Pros-CE), na CPI da Covid, que a cloroquina é responsável pelo aumento de 77% no risco de óbitos em pacientes com Covid-19. "Eu considero natural que lá no começo da pandemia a gente tenha insistido em algo que não tem realmente valor", disse, completando que o remédio já foi descartado por "estudos científicos sólidos" de instituições renomadas do mundo inteiro.

Questionada se era contra a autonomia dada aos médicos pelo Ministério da Saúde, permitindo que eles recebessem medicamentos para o tratamento precoce da doença causada pelo novo coronavírus, Luana afirmou que os profissionais de saúde podem sugerir os remédios, mas também precisam assumir a responsabilidade por eventuais problemas. "O profissional tem direito de indicar da maneira que ele considerar correta, mas ele precisa ser responsabilizado por aquilo que ele faz."




Fonte: Agência Brasil


 

ANUNCIAR: https://drclaudiocesar.net/promoes


CURSO DE MARKETING DIGITAL: https://www.drclaudiocesar.net/post/curso-de-marketing-digital


LIVROS DIGITAIS: https://drcezarfreitas.wixsite.com/livros


Compre em nossa loja - Parceiro Magalu: " Tem na minha Loja, o produto que você procura!" https://www.magazinevoce.com.br/magazinexgeral/



29 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo